CORRIDA: COMO COMEÇAR

Quais seus objetivos para 2017? Deseja emagrecer? Praticar mais esportes ou começar uma atividade física? Que tal começar praticar corrida em 2017? Confira algumas dicas para começar a correr de forma correta!

CORRIDA COMO COMEÇAR CORRER

Toda prática física precisa ser executada com responsabilidade. Por isso é essencial ter os exames cardiológicos em dia antes de iniciar qualquer exercício. Por ser um exercício aeróbico de alto impacto, a corrida exige ainda mais atenção!

“O exame é uma avaliação cardiológica feita por um teste de esforço, para identificar como o organismo reage ao exercício”, afirma o educador físico Bruno Gualano, professor da Universidade de São Paulo (USP). “Dependendo do resultado, algumas pessoas podem precisar de acompanhamento médico para praticar a corrida” continua Bruno.

CORRIDA: COMO COMEÇAR

Fortaleça os músculos: Os músculos das pernas e do core, região que compreende o abdômen e a lombar, são os mais utilizados durante a corrida. Por isso, precisam ser exercitados para evitar lesões nas articulações, tendões e ligamentos. “A corrida é um esporte de impacto. Músculos fortalecidos evitam lesões ortopédicas”, diz Rafael Baptista, professor da Faculdade de Educação Física e Ciências do Desporto da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). A falta de fortalecimento pode causar lesões agudas ou crônicas que afastam o praticante da corrida.

Tênis adequado: O melhor tênis para a corrida, principalmente para quem está começando, não é o mais caro da loja. Prefira modelos com solado macio para absorver o impacto. Para evitar lesões nas articulações, principalmente no joelho.


BAIXA GRÁTIS NOSSO GUIA: DETOX EM 10 DIAS

Download Grátis Tabela de Calorias Fator de Emagrecimento saúde bem-estar emagrecimento


Intercalar corrida e caminhada: A maioria das pessoas não tem preparo físico para correr assim que começa a praticar o esporte. Por isso deve fazer uma transição gradativa da caminhada para a corrida. “Intercalar um pouco de corrida com caminhada fará o praticante adquirir condicionamento músculo esquelético e cardiorrespiratório mais eficientemente”, diz Flavia Meyer, médica do esporte e professora da Escola de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (URFGS). Os primeiros treinos devem priorizar a duração, não a intensidade.

Mantenha a frequência: A frequência de treinamento deve ser contínua para o praticante avançar no esporte. Se o treino for realizado todos os dias por 15 minutos, em uma semana será possível notar uma evolução. Caso a pessoa corra três vezes por semana, os resultados começam em 15 dias. Tanto a musculatura quanto o sistema cardiopulmonar conseguem se adaptar mais rapidamente ao esporte se a frequência for constante.

Alongue-se sempre: Fazer no mínimo três sessões de alongamento por semana melhora a mobilidade articular e a flexibilidade, evitando o aparecimento de lesões. “Quem corre deve conseguir colocar o pé em cima de uma mesa, com as duas pernas estendidas e o pé de apoio virado para o móvel, sem sentir dor”, diz Paulo Correia. “Essa condição é sinal de que a pessoa tem a flexibilidade mínima necessária para praticar o esporte sem muito risco de lesão.”

Não passe dos limites: Exagerar na intensidade da corrida não é a melhor forma de começar na modalidade. O excesso pode causar lesões nas articulações e fadiga extrema. “O ideal é estabelecer o limite de 70% da frequência cardíaca máxima”, diz Paulo Correia, fisiologista da Unifesp. Pode parecer monótono no começo, mas, conforme os treinos evoluem, a pessoa consegue correr num ritmo forte sem que a frequência cardíaca suba tanto.

Via Veja

Gostou desse artigo? Compartilhe com alguém que você ame e quer ver mais saudável!

Clique e curta FATOR DE EMAGRECIMENTO no Facebook

VIVA MAIS SAUDÁVEL!

Receba grátis esse e outros conteúdos exclusivos para viver ainda mais saudável!