DIETA VEGETARIANA

Muito se fala em dieta vegetariana, ovolactovegetariana, veganismo, não é mesmo? Mas afinal de contas, esse regimes alimentares trazem benefícios para a saúde? Eles ajudam no emagrecimento? Confira abaixo as diferenças entre o vegetarianismo e veganismo, e veja as vantagens de se seguir essa dieta!

dieta vegetariana

Dieta vegetariana e veganismo, qual a diferença?

É importante iniciar a diferenciação destacando que ambas – dieta vegetariana ou veganismo – acabam por se tornarem um estilo de vida que vai além da alimentação.

Os vegetarianos são aqueles que não consomem produtos de origem animal. Dentro dessa linha existem aqueles que consomem ovos e leite. Eles são chamados de ovolactovegetarianos.

Já os veganos, adotam um estilo de vida aliado ao combate de exploração animal. Essa doutrina atinge a alimentação e todas as áreas da vida! Os veganos não usam roupas que produzidas com lã, seda, couro, nem cosméticos que contenham compostos de origem animal e que são testados em animais.

imagem-dois


BAIXA GRÁTIS NOSSO GUIA: DETOX EM 10 DIAS

Download Grátis Tabela de Calorias Fator de Emagrecimento saúde bem-estar emagrecimento


Dieta vegetariana, quais os benefícios?

Assim como toda dieta, os vegetarianos devem seguir orientação de um profissional de nutrição para aproveitar o melhor dos alimentos

Segundo a nutricionista Patrícia Cruz, mestre em Ciências pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, seguir o exemplo de Bruna e mudar o cardápio faz bem à saúde. ela faz uma lista com os 10 benefícios de cortar carnes da dieta:

1. Isenta o consumo de gordura saturada, que tem correlação com doenças cardiovasculares;

2. Ao retirar a carne, o cardápio tende a ser rico em outros alimentos, como legumes, verduras e frutas. Eles são ricos em minerais, fontes de vitaminas e ainda contém antioxidantes que ajudam no combate a diversas doenças;

3. A alimentação e rica em fibras (com grãos e verduras, por exemplo) que auxiliam o funcionamento do trânsito intestinal.


LEIA MAIS
DIETA CRUDÍVORA
Virei Vegetariano. E Agora?
Cozinha Vegetariana de A a Z: 130 Receitas sem Carne


4. Estimula o consumo de cereais integrais (arroz, quinua, farelo de trigo entre outros) que auxiliam na saciedade. Eles são os carboidratos complexos, que não estimulam picos de açúcar no sangue (esses picos – alto índice glicêmico – faz com que pouco após a refeição já se tenha fome de novo);

5. O cardápio vegetariano ou vegano propicia um elevado consumo de leguminosas (feijão, lentilha, grão de bico, soja), fontes de ferro e proteína de baixo valor biológico;

6. Dependendo das preparações dos alimentos permitidos e quantidade, consiste em uma dieta de baixa intensidade calórica;

7. São liberadas oleoginosas, como castanha de cajú, castanha do Pará ou nozes. Esses alimentos devem ser consumidos com moderação pelo alto índice calórico, mas são fontes de gorduras boas, as poli-insaturadas;

8. Alguns estudos mostram que com a dieta vegana há proteção contra alguns tipos de câncer;

9. Pesquisas também indicam uma menor incidência de infarto agudo do miocárdio na população vegetariana mundial;

10. Auxilia na redução de peso.

Gostou desse artigo? Compartilhe com alguém que você ame e quer ver mais saudável!

Clique e curta FATOR DE EMAGRECIMENTO no Facebook

Salvar

Salvar

Salvar

VIVA MAIS SAUDÁVEL!

Receba grátis esse e outros conteúdos exclusivos para viver ainda mais saudável!