GORDURA NO FÍGADO: SE PREVINA

Já ouviu falar em esteatose hepática? Esse é o nome científico da doença conhecida popularmente como gordura no fígado. Infelizmente essa doença tem atingido números alarmantes! Saiba mais sobre a gordura no fígado: conheça suas causas e como se prevenir!

Estima-se é que 30% da população apresentem o problema. Sendo que aproximadamente metade dos portadores possam evoluir para formas mais graves da doença.

GORDURA NO FÍGADO: CAUSAS E COMO PREVENIR

gordura no figado figado gorduroso esteatose hepática esteatoses hepáticas

Também conhecida como infiltração gordurosa, essa doença pode ser dividida por sua causa: esteatose hepática alcoólica e não alcoólica.

FÍGADO GORDUROSO: CAUSAS

A esteatose hepática alcoólica é causada pelo abuso do álcool. A esteatose hepática não alcoólica ocorre sem o consumo abusivo de álcool, podendo ser causada por hepatites virais, diabetes, resistência à insulina, sobrepeso ou obesidade, níveis elevados de colesterol ou triglicérides e drogas como corticoides, estrogênio, amiodarona, antirretrovirais, diltiazen e tamoxifeno. A causa mais frequente é a obesidade, ou mesmo o sobrepeso.


BAIXA GRÁTIS NOSSO GUIA: DETOX EM 10 DIAS

Download Grátis Tabela de Calorias Fator de Emagrecimento saúde bem-estar emagrecimento


FÍGADO GORDUROSO: CONSEQUÊNCIAS

Nos quadros leves de esteatose hepática, a doença é assintomática. Os sintomas aparecem quando surgem as complicações da doença. Num primeiro momento, as queixas são dor, cansaço, fraqueza, perda de apetite e aumento do fígado.

Nos estágios mais avançados de esteato-hepatite, caracterizados por inflamação e fibrose que resultam em insuficiência hepática, os sintomas mais frequentes são ascite (acúmulo anormal de líquido dentro da cavidade abdominal), encefalopatia e confusão mental, hemorragias, queda no número de plaquetas, aranhas vasculares, icterícia.

FÍGADO GORDUROSO: COMO SE PREVENIR

✔ Esteja atento às medidas da circunferência abdominal, que não devem ultrapassar 88 cm nas mulheres e 102 cm nos homens;

✔ Procure manter o peso dentro dos padrões ideais para sua altura e idade, mas cuidado. Dietas restritivas que provocam emagrecimento muito rápido podem piorar o quadro;

✔ Beba com moderação durante a semana e nos fins de semana também;

✔ Restrinja o consumo dos carboidratos refinados e das gorduras saturadas. Substitua esses alimentos pelos integrais e por azeite de oliva, peixes, frutas e verduras.

Gostou desse artigo? Compartilhe com alguém que você ame e quer ver mais saudável!

Clique e curta FATOR DE EMAGRECIMENTO no Facebook

Via Minha Vida; Drauzio Varella

VIVA MAIS SAUDÁVEL!

Receba grátis esse e outros conteúdos exclusivos para viver ainda mais saudável!