VILÕES DA ALIMENTAÇÃO

Conheça os alimentos que são presentes no nosso dia-a-dia, mas que na verdade são vilões da alimentação. Segundo a nutricionista Thais Souza você deve passar bem longe deles no supermercado e fazer a substituição por opções mais saudáveis o mais rápido possível!

10-Dangerous-Food-Mistakes-You-re-Probably-Making-01-722x406

Vilões da Alimentação

Açúcar
O problema do açúcar, em especial o refinado, é que ele é 100% calórico, sem valor nutricional. O açúcar ou a sacarose é um carboidrato formado por glicose e frutose, é conhecido por sua característica de palatabilidade que torna os alimentos saborosos. Porém, quando o açúcar é consumido em excesso, é armazenado sob a forma de triglicérides, aumentando o risco do desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Além disso, por ser calórico, estimula o ganho de peso, podendo levar à obesidade e com ela aumentar o risco de diabetes, hipertensão e dislipidemias.

Refrigerante
Além de possuir muitas substâncias artificiais em sua composição, o refrigerante é um dos grandes vilões da alimentação por conter o valor nutricional quase nulo. As variações do tipo cola, em especial, contam com uma grande quantidade de fosfatos, que em excesso provocam o enfraquecimento dos ossos através da liberação do cálcio. Dessa forma, é facilitada a incidência de doenças ósseas, como a osteoporose. A bebida ainda é rica em açúcar, podendo contribuir para o ganho de peso, propicia o surgimento de cáries, principalmente nas crianças. Vale lembrar que o consumo de refrigerantes também faz com que as pessoas diminuam significativamente a ingestão de bebidas saudáveis como a água, os sucos e os chás naturais.


Baixe grátis:
Tabela de Calorias Fator de Emagrecimento

Download Grátis Tabela de Calorias Fator de Emagrecimento saúde bem-estar emagrecimento


Caldos e temperos industrializados
São produtos que contêm altos teores de sódio e glutamato monossódico. O sódio, se consumido além dos limites diários recomendados, pode levar ao desenvolvimento da hipertensão ou piorar o problema se ele já existe. Estudos têm mostrado que o corpo usa glutamato, como um transmissor de impulsos nervosos no cérebro. O consumo de glutamato tem sido associado com dificuldades de aprendizado, Alzheimer, Parkinson e câncer.

Refeições prontas congeladas
São ricas em gordura saturada, que promove aumento do nível de colesterol, aumentando o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.  Elas também possuem sódio, que quando consumido em excesso, pode ocasionar aumento da pressão arterial.

Biscoito recheado
Os biscoitos recheados contêm boa quantidade de gorduras saturadas, o que favorece o aumento do LDL, conhecido como “colesterol ruim”, e a diminuição do HDL, considerado o “colesterol bom”. O desequilíbrio nas taxas de colesterol é fator de risco para o surgimento de graves doenças cardiovasculares. Além das gorduras, são ricos em açúcar o que pode levar ao ganho de peso.

Frituras
A fritura, mesmo sendo realizada com óleos vegetais de boa qualidade, os transforma em uma gordura com uma qualidade nutricional que deve ser eliminado da alimentação. A fritura faz com que ocorram alterações químicas no óleo utilizado, deixando de ser uma fonte de gordura insaturada (no caso dos óleos vegetais), fundamental para nossa saúde, dando lugar a uma gordura chamada de gordura saturada, que em excesso pode causar diversas doenças. A fritura pode também promover a formação da gordura trans, que é uma gordura que está diretamente relacionada com o aumento de doenças cardiovasculares e com a piora do quadro de saúde de uma maneira geral. Além disso, a fritura pode promover a formação de uma substância chamada acroleína, que é altamente cancerígena.

Via Gazeta Online

 

 

VIVA MAIS SAUDÁVEL!

Receba grátis esse e outros conteúdos exclusivos para viver ainda mais saudável!